Projeto “Moradores” e Oi Futuro vão recontar história de rua do bairro Flamengo a partir da memória de seus moradores

Projeto “Moradores” e Oi Futuro vão recontar história de rua do bairro Flamengo a partir da memória de seus moradores

Ação acontecerá na Rua Dois de Dezembro e histórias contadas por moradores e trabalhadores serão transformadas em filme, varal fotográfico e crônicas 

Projeto luta pela preservação e valorização da memória das pessoas
como sendo o maior patrimônio das cidades, territórios e suas ruas

Uma tenda montada na esquina das ruas Dois de Dezembro e do Catete, no bairro do Flamengo. Uma câmera apontada e um convite. Nesse instante, mais do que o ato de se deixar fotografar, o morador, trabalhador ou frequentador – anônimo, popular ou mestre do saber – é chamado a se reconhecer como patrimônio cultural desse importante pedaço histórico da cidade do Rio de Janeiro/RJ e a contar sua história de afetividade com a Rua Dois de Dezembro.

Assim será a ação do Projeto Moradores – A Humanidade do Patrimônio, um movimento de ocupação urbana pela valorização da identidade cultural e da memória dos moradores como sendo o maior patrimônio que uma cidade pode ter. Une Fotografia, Audiovisual, Literatura e Contação de Histórias.

O projeto Moradores foi criado em 2012 pelo coletivo mineiro NITRO Histórias Visuais. Já passou por cinco estados, 18 cidades (entre elas, Paraty/RJ) e registrou a história de aproximadamente 3.000 pessoas. Foi reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como uma ação de sucesso em Educação Patrimonial.

A temporada 2018 teve o patrocínio da Oi e para encerrar atividades no ano, o Projeto Moradores se uniu ao Oi Futuro exatamente para realizar uma ação na rua que abriga o Centro Cultural no bairro do Flamengo.

“Nosso objetivo é despertar nos moradores, ex-moradores, trabalhadores, comerciantes e frequentadores o orgulho de ser patrimônio da uma importante rua da região histórica da cidade do Rio de Janeiro. Recontar a história daquele território a partir da memória afetiva de cada um”, explica o escritor Gustavo Nolasco, autor do projeto Moradores ao lado dos fotógrafos Marcus Desimoni e Bruno Magalhães e do cineasta Alexandre Baxter.

WhatsApp Image 2018-11-09 at 10.49.19

Grandes exposições |

Tudo começará com uma tenda montada, entre os dias 12 e 14 de novembro, na esquina das ruas Dois de Dezembro e Catete (próximo ao Largo do Machado). Ali, os moradores, trabalhadores e frequentadores serão convidados a serem fotografados e entrevistados. Na etapa seguinte, todo o material – fotos, vídeos e depoimentos – é transformado numa filme curta-metragem, que será exibido no dia 30 de novembro, na entrada do prédio do Oi Futuro e também nas fachadas dos prédios da própria rua.

“A nossa intenção é fazer uma ação provocativa, onde as memórias afetivas dessas pessoas em relação à rua sejam reverenciados de uma maneira inesquecível”, afirma Marcus Desimoni.

Varal fotográfico e fotos antigas|

Além da produção e projeção do filme curta-metragem, será montando um varal fotográfico, onde todos os “personagens” podem retirar uma cópia de sua foto.

Durante o processo de pesquisa junto aos moradores e estabelecimentos comerciais da Dois de Dezembro, também será feito uma pesquisa para resgatar e reproduzir fotos antigas da rua. “A ideia é usá-las também para mostrar o processo de transformação do entorno do Largo do Machado, além de serem gatilhos para que as pessoas possam aguçar suas memórias afetivas”, explica Alexandre Baxter.

A ação do Projeto Moradores no Rio de Janeiro será executada em parceria com o Museologia Experimental e Imagem (MEI), grupo de estudo da Escola de Museologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

De 2002 a 2017, o Projeto Moradores passou por São Paulo (Campinas), Rio de Janeiro (Paraty), Bahia (Juazeiro), Pernambuco (Petrolina) e Minas Gerais (Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana, Diamantina, Tiradentes, São João Del Rei, Juiz de Fora, Ipatinga, Itatiaiuçu, São Gonçalo do Rio das Pedras, Serro, Bocaiúva, Montes Claros e Muriaé).

CRONOGRAMA

12 e 13/11 (09h às 18h) – Tenda montada na esquina das ruas Dois de Dezembro e Catete. Lá moradores, frequentadores e convidados serão fotografados e contarão suas histórias com a rua Dois de Dezembro.

14/11  (09h às 18h) – Tenda será montada na esquina da Rua Dois de Dezembro com Rua do Catete. Lá moradores, frequentadores e convidados serão fotografados e contarão suas histórias com a rua Dois de Dezembro.

30/11 (09 às 18h) – Varal fotográfico onde os “personagens” poderão retirar uma cópia de suas fotos (esquina das ruas Dois de Dezembro e Catete)

30/11 (20h) – Exibição do filme documentário produzido a partir das histórias contadas na tenda (Entrada do prédio do Oi Futuro, Rua Dois de Dezembro, 107)

03 a 07/12 (noite) – projeção de fotos dos moradores nas fachadas de prédios da rua Dois de Dezembro.

Acompanhe:
www.fb.com/projetomoradores
www.instagram.com/projetomoradores

WhatsApp Image 2018-11-09 at 10.35.53