Sobre Moradores

O projeto Moradores - A Humanidade do Patrimônio Histórico é uma campanha de preservação da identidade das cidades brasileiras.

Saiba mais

Moradores – A Humanidade do Patrimônio Histórico é uma criação do coletivo NITRO + ALICATE, que contempla fotografia, literatura, audiovisual e design. Já passou por onze cidades de cinco estados brasileiros. Trata-se de uma ação de Educação Patrimonial e manifesto de ocupação urbana pela valorização das identidades culturais e da memória das pessoas como patrimônio imaterial singular de cada uma das cidades brasileiras.

Sobre a equipe

Somos uma equipe multidisciplinar de contadores de histórias.

Quem somos

NITRO – Numa trajetória de 13 anos, a NITRO é um coletivo de contadores de histórias visuais, completando a transição de uma agência clássica de fotografia para um produtora de conteúdo. Já publicou sete obras literárias e coordenou o processo de editoração de outras tantas. Recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais, como o Jabuti 2012 pelo livro “Os Chicos”.

ALICATE Conteúdo Audiovisual – produtora que une a força e criatividade de diretores, roteiristas, produtores, fotógrafos, editores, programadores e designers para criar e desenvolver conteúdo para plataformas diversas.

Ficha Técnica

Autores: Marcus Desimoni, Gustavo Nolasco, Bruno Magalhães e Alexandre Baxter
Realização: NITRO + Alicate
Produção: Ana Luisa Barcelos
Design: Rogério Santiago e Flávia Guimarães
Construção cenográfica: Marcos Lustosa e Nado Rohrmann
Impressão exposição: Artwork
Impressões fotográficas: Centro Fotográfico
Assessoria de Imprensa: Luz Comunicação
Gerenciamento: Clac Cultural

Cultura e Valores

Patrimônio Vivo

Uma cidade só é viva e tem alma quando contamos nossas histórias. Essa é a provocação: colocar as pessoas para perceberem que sua memória é o maior patrimônio que elas e a cidade a qual pertecem possuem.

Valorização da memória.

Definitivamente, a proposta do projeto “Moradores – A Humanidade do Patrimônio Histórico” não se resume a ser uma exposição de fotografias, versos e vídeos. O que se busca deixar é um sentimento coletivo de orgulho no público-alvo de que ele é capaz de reconstruir, de uma maneira contemporânea, a memória de sua cidade.

QUEM JÁ INCENTIVOU O PROJETO

Desde o início do projeto em 2012, tivemos o prazer de receber grandes incentivos.

logos

Outro apoiadores: Senac, Universidade Federal de São João Del Rei, Universidade Federal de Ouro Preto, IPHAN, Solução e Imagem, Prefeitura de Juiz de Fora, Prefeitura de Diamantina, Instituto Hilda Hilst