filme


Você me deixou perder a hora

Cidade
Paraty
Ano
2015

Não lembro de nada
Achei que tinha perdido a hora do trabalho
Quando dei por mim, ficaram as coisas ruins
O pior era lembrar das boas que existiam naquele cara que morreu

Mas foto apenas congela um instante
Não é a última; só é a última daquele momento
Entre ela e eu, um hiato
Não é um tempo de matar
morrer, piorar ou melhorar
apenas um hiato

Aquela foto?
Guarde, é uma boa memória daquele Sandro
Aquele Sandro que demorou, mas voltou
Sem hiatos, sem mudanças, sem pioras
Apenas o mesmo Sandro daquela foto

Um reencontro

 

Já parou para pensar a quantidade de histórias que uma fotografia carrega? “Você me deixou perder a hora” resgata a história de Sandro Galindo, um músico brasileiro que, depois de 3 anos de ter um retrato produzido, se recupera de um acidente que quase lhe tirou a vida.