Category


blog

Oficina “Moradores – A Humanidade do Patrimônio” | Bocaiúva

Oficina “Moradores – A Humanidade do Patrimônio” | Bocaiúva

ÁREA/LINGUAGEM Transmídia/Educação Patrimonial Faça sua reserva da sua vaga aqui. INTRODUÇÃO A oficina propõe a construção coletiva – monitores e alunos – de uma etapa do projeto “Moradores – A Humanidade do Patrimônio” no município mineiro do Bocaiúva. O projeto Moradores, criado em 2012, já passou por cinco estados e dez cidades brasileiras (Petrolina/PE, Juazeiro/BA,..
Oficina “Moradores – A Humanidade do Patrimônio” | São Gonçalo do Rio das Pedras/MG

Oficina “Moradores – A Humanidade do Patrimônio” | São Gonçalo do Rio das Pedras/MG

ÁREA/LINGUAGEM Transmídia/Educação Patrimonial Faça sua reserva da sua vaga aqui. INTRODUÇÃO A oficina propõe a construção coletiva – monitores e alunos – de uma etapa do projeto “Moradores – A Humanidade do Patrimônio” no distrito de São Gonçalo do Rio das Pedras, município mineiro do Serro. O projeto Moradores, criado em 2012, já passou por..
Projeto Moradores é selecionado pela Oi para temporada 2017/2018

Projeto Moradores é selecionado pela Oi para temporada 2017/2018

Moradores – A Humanidade do Patrimônio Histórico está entre os 34 projetos culturais selecionados em todo o país pela operadora de telefonia Oi. O movimento cultural de ocupação urbana usa a integração da Fotografia, Audiovisual, Contação de Histórias, Literatura e Educação Patrimonial para valorizar a Memória das cidades brasileiras. Defende que a história pessoal dos..
Moradores de leste a oeste

Moradores de leste a oeste

Do Vale do Aço para o Centro-oeste de Minas Gerais. Lá se vai o projeto Moradores – A Humanidade do Patrimônio Histórico em busca de novas histórias que possam valorizar a memória dos moradores como o maior patrimônio que uma cidade pode ter. Depois de passar por Ipatinga, o projeto chega à sua 13a etapa..
A velha decrepita e o porra louca

A velha decrepita e o porra louca

Certas delicadezas da vida sempre insistem em ficar pelo caminho. Perdem-se da rota traçada, mas ao contrário do imaginado, não se tornam menos importante. Algumas pessoas são assim: delicadezas. Escolhem abandonar o belo destino sonhado para se tornarem pedra no meio do caminho. Marcio Morais é uma dessas pedras preciosas que escolheram parar antes mesmo..
O Baixinho do Picolé

O Baixinho do Picolé

O rio São Francisco parte ao meio os estados da Bahia e Pernambuco lá no sertão. Só não consegue separar a eterna paixão proibida que existe entre as cidades de Petrolina/PE e Juazeiro/BA. De suas beiradas, por inúmeras vezes, as barquinhas (como são chamados os barcos que fazem uma espécie de “lotação” entre as duas..