Galeria de arte ambulante do Projeto Moradores invade Tiradentes

No segundo dia do Festival Foto em Pauta Tiradentes, a fotografia literalmente invadiu as ruas da cidade histórica mineira. Além da abertura das exposições, workshops e palestras programadas para os cinco dias de evento, nesta quinta-feira (15\03), a exposição Moradores – A Humanidade do Patrimônio Histórico correu por Tiradentes nas tradicionais charretes que fazem passeios com os turistas.

Num conceito inovador de galeria-ambulante, os fotógrafos Marcus Desimoni e Bruno Magalhães, o jornalista Gustavo Nolasco e o diretor de cinema Alexandre Baxter expuseram ampliações em P&B de fotografias de moradores populares de Tiradentes.

A galeria ambulante do projeto Moradores circulou pelas ruas de Tiradentes.

Participantes do festival, turistas e principalmente os próprios residentes da cidade se emocionaram ao serem surpreendidos com os “retratos gigantes” circulando por todos os cantos de Tiradentes.

Criação do coletivo NITRO + ALICATE, o projeto Moradores surge como o lançamento de uma campanha cultural pela valorização das identidades culturais de cada uma das cidades brasileiras como uma espécie de patrimônio imaterial de suas comunidades.

O objetivo é mostrar que a hospitalidade, o jeito simples e alegre do cidadão mineiro também são atrativos turísticos do estado, da mesma forma que suas montanhas, casario e igrejas coloniais.

Até o final deste ano, Desimoni, Magalhães, Nolasco e Baxter percorrerão as principais cidades históricas de Minas Gerais registrando os cidadãos locais, sempre da mesma maneira: montando uma tenda branca na praça principal e convidando moradores populares e anônimos para serem fotografados.

 

Galeria de arte ambulante

Pela primeira vez na história de Tiradentes, a cidade conta com uma galeria de arte ambulante, onde as tradicionais charretes que fazem passeios turísticos pela cidade servirão de painéis expositivos.

“Ao contrário das tradicionais galerias de arte, onde são os visitantes que vão até a obra de arte, fizemos com que as obras de arte se encontrassem com os espectadores por todas as ruas de Tiradentes e da maneira mais inusitada possível. Mais uma forma de brincar com o conceito de um patrimônio imaterial, em constante movimento”, ressalta Desimoni.

Durante três dias, os criadores do Projeto Moradores montaram uma tenda branca na principal praça da cidade (Largo das Forras) e fotografaram os moradores. Cerca de 200 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos toparam o desafio de serem fotografados por Desimoni e Magalhães, que os transformaram em personagens da exposição Moradores.

Além da abertura da exposição pelas ruas de Tiradentes, na noite de hoje, no Espaço NITRO (antiga Biblioteca do Ó), os autores do Projeto Moradores exibirão um filme curta-metragem e presentearão todos os moradores fotografados em Tiradentes com ampliações de suas fotos.

A exposição Moradores – A Humanidade do Patrimônio Histórico, em Tiradentes, tem o patrocínio do Senac Minas, apoio da Hewlett–Packard (HP) e do Festival Foto em Pauta e produção da NITRO Imagens.

Acompanhe nos vídeos abaixo todo o processo de criação do projeto Moradores em Tiradentes:

 TEASER – TIRADENTES